Ganhei um boquete da Titia

Thursday, 24. October 2013

Ganhei Boquete da Minha tia Marta!

Bom foi uma noite maravilhosa, eu Roberto 38 anos, casado com a Solange 52 anos, não temos filhos, fomos em um casamento de um primo meu que a muito tempo não tinha visto, e chegamos ao casamento revi, alguns parentes que a muito tempo não encontrava, no caso mais prazeroso foi o da tia Marta, uma coroa enxuta de 54 anos, morena, cabelos compridos abaixo dos ombros, encaracolados, seios fartos, baixinha, pernas grossas, viúva a 3 anos e ate então sozinha, sem nenhum relacionamento.

Depois da viuvez sempre reservada, mãe de Gustavo e Vanessa, que casados e criados, mas não aparenta a tristeza, uma mulher comunicativa, alegre. E conversa vem e vai, sentamos na mesma mesa eu minha esposa, e a titia Marta, e ao passar algumas horas de festa, acabei dançando varias musicas com minha esposa, e minha Tia tinha ficado na mesa sozinha a espera de nos dois retornarem na mesa, eu já esta observando ela, e via que um ou outro parente sentava lá e conversava um pouco e saia, e comentei com minha mulher Solange sobre a tia Marta, nossa acho que superou o falecimento do tio Carlos, e não refez a vida, somente quis cuidar dos filhos e dar apoio ao Gustavo e Vanessa, eles casaram ela ficou sozinha na casa, e comentei nossa tantos parentes e conhecidos, ninguém chamou minha tinha Marta para dançar distrair um pouco, e minha mulher Solange prontamente, me falou porque voce não a chama Roberto.

Respondi de imediato, porque não sei dançar Né Solange, mas vc se arrisca, sorriu… Falei na próxima musica vou chamar a Tia Marta para dançar.

Como havia planejado, tudo caminhando muito bem….passaram algumas musicas, conversamos e sorrimos alguns minutos, e chamei minha tia Marta para dançar uma musica lenta. Na hora que chamei a Tia Marta para dançar ficou com um sorriso estampado, e os olhos delas brilharam, senti que ficou satisfeita de ter alguém para convidar a dançar se divertir um pouco.

Segurei em suas mãos e fomos ao centro do Salão e logo começamos a dançar, nossa abracei minha tia Marta, e logo senti seus seios fartos encostando em meu peito, e logo comecei a puxar ela bem próxima a mim e na hora meu cacete foi ficando muito duro, e logo comecei a mexer bem lentamente meu cacete na sua cintura, onde ficamos conversando no pe do ouvido, e perguntei a tia Marta.

Tia, e você, esta sozinha todo este tempo depois da morte do tio Carlos, ela falou e Roberto, e muito mais tempo, porque o Carlos já estava doente como você sabe, então me dediquei mtos anos a cuidar dele e do Gustavo e a Vanessa, e me deixei de lado….Roberto, eu falei para ela voce esta linda Tia Marta, ela sempre brincalhona comigo! Falou Para Roberto. Esta querendo me agradar menino.

Eu respondi claro que não o como fiquei tendo uma mulher bonita e cheirosa, e atraente aos meus braços Tia Marta, e deu uma puxada contra meu corpo, mas forte para ela sentir todo meu cacete duro, pulsando na cueca, ela falou meu Deus! Roberto.

Esta carente Roberto? E a sua mulher? Me perguntou tia Marta, respondi na hora, carente, não mas com tesão pela senhora tia Marta já estava te observando, a muito tempo, desde da hora que chegamos na festa. Menino juízo continua o mesmo mulherengo de sempre…sorriu tia Marta.

Esta um tesão tia Marta, muito bonita, atraente. Ela falou estou velha Roberta, e com os quilos a mais Roberto, minhas pernas tem estrias, colocando muito defeitos, para ver se parava de falar aquelas coisas a ela, sentindo a mãos dela suar, e ficar quente.

Acabou a musica e voltamos para a mesa onde, ficamos conversando e trocando olhares, e percebi que os mamilos dela, já esta acesso e quase furando o vestido azul com um decote médio mas vendo o reguinho dos seios.

E conversa, vai e vem, arrisquei passar, resvalar minhas pernas na dela por baixo da mesa, e ele ficou quieta e gostando da situação achando um pouco estranha tudo aquilo. Nunca tinha demonstrado o tesão por ela. Dançamos mais algumas musicas e logo tocou o celular de minha Tia Marta. Ela falou vou ter que ir embora, só na hora ela foi procurar o Gustavo, tinha ido buscar mais cervejas e algumas coisas que faltou na festa junto com o noivo. E minha mulher Solange falou…. Bem leva sua tia Marta, e perto mesmo! E

Solange falou vou ficar aqui para segurar a mesa e conversar mais com a meus parentes, nossa tudo que precisava naquele momento, e acabei levando a tia Marta, na hora do carro comecei a roçar minha mãos nas coxas dela, ao trocar a marcha e fui falando que queria ela, esta com muito tesão pela minha Tia Marta. Onde arrisquei e pus a mãos em suas coxas….. E ela ficou quieta, não falou nada. Comecei a passar a mão direto em sua pele nos seus joelhos e subindo minhas mãos na coxa, e dando umas apertadas e pele lisinha e macia. Ela deu uma segurada na minha mão de querendo mais! Não de reprovação;

Onde continuei e ela falou Roberto, Robertooo, juízo menino, onde fui mais afoito, e subi mais minhas mãos tocando sua calcinha e ela deu um suspiro, mais contido, e onde fiquei passando a palma da mão em sua cima de sua boceta, e fiquei mexendo tia que Delicia. Senti a calcinha ficar molhada pois era de renda e nesta altura a Tia Marta estava muito molhada, onde peguei a mão dela e pus no meu pau, ficou parada, e logo começou a mexer.

Onde tirei o pau para fora, e ela ficou espantada, com o meu pau de 19cm, e logo começou a me punhetar e apertar, e segurar, dando umas segurada bem firme, e ficou olhando para ele, onde eu pus um dedo por baixo da calcinha dela, e comprovei o que tinha previsto estava muito molhada, apesar da idade ainda muita lubrificação e tesão. Fiquei bolinando e pondo um dedo na boceta da minha tia Marta, onde se contorcia no banco do carro e arreganhou mais as pernas, enfiava 2 dedos na boceta de minha tia Marta, onde ela gemia e contorcia bem baixo, contida, e comecei a mamar os seios de tia Marta, onde segurou minha cabeça junto aos seus seios e apertando, vem mamar menino safado, vocer quer vem….

Nossa que mamilos grandes seios lindos firmes e médios para grandes, pele lisinha, nossa que peito gostoso, chupei e mamei muito e ela me punhetando, e segurando minha rola, logo falei a ela tia, cai de boca no meu pau….. Vem tia!

Vem sentir meu cacete nesta boca linda, vem sentir, delicia, nossa caiu de boca no meu pau, que boca quente, faminta, lambendo rápido e colocando quase todo na boca, se engasgando e segurando nos cabelos dela, e forçando a cabeça dela contra meu pau, e socando ele todo no céu da boca dela, e lambia, chupava….e eu bolinando a sua boceta, melada, nossa tia Marta, que delicia estava perdendo. Gozei na boca de tia Marta que engoliu e deixou meu pau limpinho.

Tia Marta, tinha gozado umas 3, 4 vezes e Fiquei uns 40 minutos no carro com a Tia Marta, onde logo minha esposa Solange me ligou e perguntou onde estava demorei muito, inventei que tinha uma blitz policial e demorou. Já estava chegando e ……

Nossa minha Tia Marta, ficou uma putinha, molhada, tesuda, e falei tia venho aqui esta semana para terminar e fuder esta boceta gostosa, e fazer voce minha fêmea, minha putinha tia Marta! Ela menino, menino juízo, não judia assim de sua tia, faz anos que não tenho ninguém depois vou querer sempre Roberto.

Eu te dou prazer tia, quando voce quiser….respondi e dei um beijo bem gostoso na boca dela e nossas línguas desesperadamente, se procurando e se chupando e tocando, e ficamos num beijo bem gosto e fui embora, mas vou relatar a foda com a minha tia Marta logo mais,…….foi maravilhoso…….. e fui embora. Eh tia Marta, tia Marta.

Mulheres viúvas e sozinhas, casadas, solitárias, discretas, que queira vivenciar ou compartilhar coisas legais virtual, real, gozo fone, etc, podemos manter um contato mulheres de preferência acima de 40 anos Roberto.a.b1959@hotmail.com…….

Leave a Reply