Tio tarado tirou meu cabaço e da minha prima

Friday, 13. September 2013

Cresci praticamente livre em um lugar que mais se assemelhava a um cortiço. Um terreno grande onde existiam 06 casas sem muros internos e com áreas de lazer comuns, mas apesar da pobreza do lugar, todos eram pessoas honestas e trabalhadoras e alem disso quando havia necessidade praticamente todos eram solidários no que podiam.

Ainda adolescente não me preocupava com absolutamente nada, só tinha que ir à escola na parte da manhã e fazia isso com uma prima da mesma idade minha que morava conosco porque a mãe era uma maluca que se apaixonou por um artista circense e foi embora com o sujeito deixando-a com minha mãe que então passou a ter duas crianças para cuidar.

Minha mãe tinha 34 anos e era uma mulher bonita apesar de mal cuidada pela falta de dinheiro, mas era uma pessoa alegre que parecia de bem com a vida, pois dificilmente demonstrava mau humor. Ela dizia que trabalhava de diarista fazendo faxina em casas da região, mas algumas mas línguas comentavam que minha mãe era biscatinha. A mim isso não importava pois ela uma mãe extremamente carinhosa e que batalhava muito para que tanto eu quanto minha prima Clarinha não passasse nenhum tipo de necessidade.

No mesmo terreno morava outra irmã de minha mãe, tia Lucia com 32 anos, que era casada com Murilo, um mulato forte e super simpático que trabalhava de segurança principalmente em festas e eventos noturnos. Como titia trabalhava de enfermeira em um hospital ali na região e os turnos eram alternados, de vez em quando os dois saiam juntos pra trabalhar durante a noite. Eles ainda não tinham filhos. Titio Murilo parecia gostar muito de crianças pois vivia pegando tanto eu quanto minha priminha no colo…cheio de fazer cócegas e brincadeirinhas bobas.

Sexualmente tanto eu quanto Clarinha éramos ainda muito tolas, apesar de perceber que os garotos da região ficavam mexendo com a gente dizendo que éramos lindas e queriam “namorar” conosco…tudo continuava na completa ignorância e quando brincávamos de esconde-esconde com os meninos e íamos pra algum lugarzinho escuro nos esconder…e ficávamos agarrados…de vez em quando sentia alguma coisinha cutucando minha bundinha…mas nem me atinha que era safadeza dos meninos encoxando a gente.

Tanto eu quanto minha prima apesar de adolescentes tínhamos corpos bem desenvolvidos, seios já despontando, bumbuns empinados, coxas grossas…enfim…meninas mulheres. A diferença entre nós era minha bunda que era maior…e a minha xoxotinha que era bem cheinha e saliente…que logo foi apelidada de “capo de fusca”.Rss. Só não chamávamos mais a atenção dos garotos e dos rapazes porque, por não termos dinheiro pra comprarmos muitas roupas eu e minha prima vivíamos com shortinhos e blusinhas que usávamos quase até acabar, só colocávamos roupas um pouco melhores quando tinha alguma festa ou pra irmos a algum lugar especial. E também quase sempre eu não usava calcinha por baixo dos shorts, pois como minha xoxotinha era bem gordinha e as calcinhas eram muito apertadas acabavam me incomodando bastante. Quando comentei com mamãe a respeito ela não se importou, só recomendou que eu tomasse cuidado pra não ficar com as pernas abertas e mostrar minha xoxotinha por ai…vai que algum tarado notasse. RSS.

Assistindo mamãe tomar banho vi que ela também tinha um bucetão enorme. Tive a quem puxar!

Tudo na vida quase sempre acontece de uma forma estranha e inesperada, e isso aconteceu comigo e com Clarinha quando um dia que não teve aula, mamãe antes de sair pra trabalhar mandou devolver o ferro elétrico que havia pegado emprestado da minha tia…ela precisaria usar.

Antes de sairmos para brincar disse para minha prima passarmos na casa da tia e deixarmos o ferro…mas antes de bater na porta…eles sempre trabalhavam a noite…resolvi passar no corredor atrás da casinha deles…se a janela do quarto estivesse aberta, ja teria gente acordado…mas, foi então que eu e minha prima escutamos gemidos fortes que vinham daquele quarto e apesar de não saber direito o que estava acontecendo, fomos chegando devagar e pela veneziana entreaberta vi uma cena fantástica. Tia Lucia estava de 4 na beira da cama, a cabeça enterrada no travesseiro e de pé atrás dela Tio Murilo enfiava um pinto enorme na sua xoxotinha lisinha, ele enfiava e tirava com força aquilo de dentro dela…de vez em quando ele dava um tapa na bunda branca dela e dizia todo macho:

-Que buceta gostosa…apertadinha…rebola…sua puta safada…rebola na vara do teu macho… quero gozar gostoso…vou encher sua buceta gostosa de porra…rebola…putinha safada… assim…vadia…ahh….gostosa…safada!

Quase não reconhecia minha tia…ela parecia ser tão certinha…RSS…e ela dizia sussurrando:

-Mete…seu safado pauzudo…arregaça a bucetinha da tua putinha…mete com força…mete na sua mulherzinha…quero gozar…gostoso…com vc…mete…sem dó…ahhh…

Eu e minha priminha ali na janela quase nem respirávamos, titio e titia na posição que se encontravam dificilmente notariam a nossa presença ali…e então os dois deram uns gemidos bem mais fortes e gozaram desabando em cima da cama…ele engatado atrás dela…Rapidamente eu e Clarinha saímos dali…e voltamos pra casa…e então depois de tomarmos água e nos recuperarmos daquelas emoções maluca começamos a conversar a respeito do que assistimos.

-Clarinha…que loucura hein…eu…nunca tinha visto…nada igual…o que vc achou disso…prima?

-Ritinha…eu já tinha visto numa revista…mas assim…é muito doido…nossa…como a titia agüenta aquela coisa dentro dela…deus me livre.

-Clarinha…titia não só agüenta, como gosta muito hein…RSS…e o titio hein, que pintão ele tem… ja vi de dois meninos fazendo xixi…mas eram pequenos…nunca imaginei que era tão grande assim…mas agora depois do que vi…to lembrando de uma coisa…ele sempre brinca de pegar a gente no colo…né…eu já senti aquilo esfregando no meu bumbum…tenho certeza.

-Ritinha…é verdade…e acho que ele fica com ele duro sim…vc falando to lembrando também… teve algumas vezes…que deu pra sentir aquilo bem em cima da minha pererequinha…que safado…quando acontecer de novo…vou prestar…mais atenção…que medo!

-não tenho medo não…ele não vai fazer nada com a gente…eu acho…e ele é tão legal com nós…e acho que os garotos que a gente brinca de esconde-esconde…são mais perigosos…eles sempre tentam esfregar os pintinhos deles no bumbum da gente…se bobear eles pegam a gente!.

-é verdade…mas depois do que vi hj…vou ficar mais ligada…hj aprendi muito…Rss.

-Bem…Clarinha….vamos lá de novo…levar o ferro…acho que já acabaram a brincadeira…vamos?

-Vamos sim…quero ver a cara deles….agora…de santinhos!

Depois daquele dia, o meu olhar para os homens e o sexo passou a ser completamente diferente, e com minha prima Clarinha também…o assunto passou a ser bem mais freqüente em nossas conversas confidenciais. E logo aconteceu uma coisa que me fez saber que titio gostava mesmo de safadeza. Depois de chegar da escola, almoçamos e minha prima Clarinha saiu dizendo que ia à casa de uma colega…eu não estava a fim e fiquei em casa, acabei tirando um cochilo no sofá e quando acordei tomei um banho, coloquei uma blusinha curtinha e um dos meus shorts prediletos, bem larguinhos, e como sempre sem calcinha, e sai pra fora de casa pensando no que fazer e então ao olhar pra casa da titia vi a porta entreaberta…e quase sem perceber resolvi ir lá fazer uma visita…e ao entrar na sala…vi tio Murilo só de short também bem largo sentado em uma poltrona reclinável onde ele sempre assistia TV…e a me ver…abriu um sorriso e disse:

-Eita…resolveu aparecer…minha sobrinha linda…tá meio sumida…ainda ontem disse para sua tia ver se tava tudo bem com vcs…faz uma semana que só vi vc e a Clarinha de longe…quase todo dia vcs passam por aqui…fiquei preocupado…tá com raiva do tio é?

-não…claro que não…é por causa da escola…tinha umas tarefas atrasadas…mas agora já tá tudo bem…titio…eu…vim aqui sim…é que acho que vc tinha saído.

-então vem aqui…meu anjo…vem no colo do tio…quero um beijo…alias quero mais que um beijo só…da minha sobrinha mais linda…quero uns 5 no mínimo…tava morrendo de saudades.

Sem me preocupar com nada…fui ao lado da poltrona dele e deixei que ele me levantasse como uma pena…ele era muito forte…e me colocasse em seu colo…em instantes percebi que estava toda encaixada no ventre dele…e desta vez tudo tinha mudado…gostei de sentir o calor daquele homem em meu bumbum…e quase sem perceber me aninhei em seu colo…e deixei me levar… pelo instinto…e realmente notei que ele era bem safado…brincando de esfregar a barba um pouco crescida em meu cangote…e me pegando pelos quadris…fazendo cócegas, senti no bumbum um volume que crescia sem parar…o calor que emanava dali…fazia-me eu ficar toda mole…senti que minha xoxotinha pulsava forte…e então ele disse bem safado:

-vamos brincar de prender…sobrinha linda…tenta escapar do meu colo…se conseguir ganha um presente…vamos Ritinha…tenta escapar dos braços do titio…

Percebi que tudo era safadeza…mas como estava gostoso…resolvi entrar naquele joguinho…só pra ver até onde ia…Rss…e fiz o que ele queria…tentar sair do colo dele…rapidamente senti que ele estava com aquele pintão completamente duro…sentia-o deslizar no rego da minha bunda, como também deslizando entre minhas coxas…tanto o short dele como o meu eram de um tecido bem fininho…sem cueca e sem calcinha…aquilo tava virando uma loucura…o safado me segurava firme pelos braços com facilidade…e me fazia rebolar no colo dele…e já dava pra sentir que minha xoxotinha estava completamente úmida…adorando o contato daquele pintão enorme e duro. Notei que o safado estava todo tarado, pois de vez em quando ele deixava a mão deslizar pelas minhas coxas, quase pegando na minha xoxotinha…eu estava adorando e entrei de vez naquela safadeza…e me mexia com mais vigor…e logo notei que o safado do titio já havia abaixado um pouco do meu short…metade da minha bundinha já estava de fora…e ele também havia dado um jeito de abaixar o short dele…senti os pelos do púbis em meu bumbum…sentia-me cada vez mais ensopada…e ai a safadeza ficou explicita…senti que ele colocara aquela pica enorme e grossa entre minhas coxas…meu short estava no meio das minhas coxas…aquele pauzão deslizava entre os lábios da minha bucetinha inchada…eu continuava a rebolar em cima dele…tudo se resumia no mais puro tesão…ele segura aquela vara com a mão de encontro a minha xoxotinha gordinha…e logo em seguida…ele deu um gemido forte…e senti um liquido quente como fogo por toda minha xoxotinha…tremi de desejo incontido…e senti que meu corpo se convulsionava todo…eu estava tendo um orgasmo maravilhoso…somente sentindo aquele pintão grosso…deslizando entre os lábios de minha xoxotinha virgem…e sentindo a porra do titio por toda parte…Devagar nos acalmamos e sem parecer preocupado com o que tinha acontecido, disse todo carinhoso:

-que brincadeira deliciosa…vc sabe brincar gostoso demais…minha sobrinha linda…quando quiser fazer de novo…é só me pedir…vou adorar…agora…vai…tome um banho…pra refrescar… vai…gatinha linda…

Quando sai do banho titio me esperava com um refrigerante na mão e disse bem safado:

-Ritinha…vc é uma delicia…de garota…eu sei que vc adorou brincar…assim…eu também adorei…

volta aqui…quando quiser…e sua tia não estiver…vamos brincar mais gostoso ainda…meu anjo.

Sai da casa do titio com a cabeça e o corpo totalmente modificados…o tesão tinha se instalado em meu corpo…e eu senti que aquilo era apenas o começo…tudo iria se expandir sem controle.

À tarde quando minha prima Clarinha voltou da casa da amiga…decidi contar a ela tudo que tinha acontecido. Ela ouviu tudo atentamente e então ficamos conversando:

-Ritinha…vc é uma doida…tava pensando no que vc contou…e se ele tivesse tirado tua virgindade…ja pensou…e ai…o que iria acontecer…minha prima…e se tua mãe souber…e a tia então…

-Clarinha…eu até pensei nisso depois quando cheguei em casa…mas vou te falar uma coisa…ele é que devia se preocupar com isso…não eu…ele é um homem casado…mas ele é muito safado… nem bem tínhamos acabado de fazer aquela safadeza…ja tava me chamando pra voltar lá e fazer de novo…ele é muito tarado…mas a verdade Clarinha…é que não quero nem saber…a hr que der…vou fazer tudo de novo…é…muito gostoso.

-É…to vendo que vc é completamente louquinha…mas vc é que sabe…vc sabe que ele vai acabar tirando teu cabacinho…do jeito que vc tá toda assanhada…sua louca…depois não reclama.

-Minha querida prima…eu vou te falar uma coisa…de verdade…eu acho que a hr que ele quiser… eu o deixo tirar meu cabacinho…foi uma delicia…nos estamos aqui conversando…só de lembrar daquele pintão enorme…esfregando na minha xoxotinha…ja to toda molhada de novo.

-To vendo que não tem jeito…mais…minha priminha tá doida pra sentir o pintão do titio…de novo…não sei como vc não tem medo…eu vi aquele dia ele enfiando na titia…é muito grande…deve doer muito…acho…que eu não teria coragem…Ritinha…tenho medo!

-Clarinha…deixa de ser boba…é uma delicia…quente….quando encosta na xoxotinha da um calor muito louco…e quando sai o leitinho de dentro dele…eu fiquei toda lambuzada…bom demais…eu

sei que quando vc experimentar…vai gostar igual eu gostei…vc também é safadinha…sim!

-vc é bem mais louquinha que eu…eu sou…mais…medrosa…mas não sei…ainda…Rss.

-Clarinha…vamos fazer uma coisa…vamos lá nós duas juntas…quando a titia não tiver…vamos…

-Eu…não sei…se teria coragem mesmo…depois a gente resolve…Rss.

Senti que minha querida prima queria parecer menos safada que eu…mas…ela também não iria resistir a novas experiências…sempre tinha sido mais atirada que eu…com mais coragem…só sei que aquela conversa cheia de frescura…não me convenceu muito…Rss.

Durante uns dias não deu pra visitar o meu titio safado pauzudo…o horário de trabalho da titia não dava certo…mas foi então que aconteceu uma coisa que me deixou mais surpresa ainda.

Eu tinha ido com minha prima em uma festinha de aniversário de uma amiga ali perto de casa, só que acabei discutindo com uma menina que estava na festa e aquilo me deixou chateada, resolvi voltar sozinha pra casa, afinal minha prima estava se divertindo, mas quando cheguei na entrada do nosso “condomínio cortiço” vi minha mãe saindo de casa com um vestidinho preto…e vi que ela se dirigia pra casa da minha tia Lucia…estranhei aquele jeito sorrateiro de mamãe olhando para os lados…e quando ela entrou na casa de titia quem abriu a porta foi meu tio Murilo. Em segundos percebei que tinha alguma estranha ali…e então fui bem devagar e fiz a mesma coisa daquele outro dia…pelo corredor dos fundos…e por sorte…a veneziana estava entreaberta, porem o que vi me deixou boquiaberta…Mamãe já estava peladinha com as pernas abertas e entre elas estava o rosto do tio Murilo que lambia a buceta dela que gemia e sussurrava dizendo:

-Isso…seu cachorro safado…chupa minha xana…lambe bem gostoso…mata minha vontade …quero gozar na sua língua…seu safado…sem vergonha…chupa meu grelo com força…ahh!

Ele sabia o que fazia, pois de onde eu estava dava para ver perfeitamente ele deslizando a língua por toda a extensão da buceta gordinha da mamãe…e em instantes ela deu um gemido alto e se contorceu como uma cobra…e logo em seguida mudaram de posição e ela começou a chupar aquela pica grossa que mal cabia na boca dela…e agora era a vez dele gemer dizendo:

-Assim…putinha vadia…como sabe chupar a rola de um macho…enfia fundo…na garganta…hum …que delicia…que vadia gostosa…que vc…é…putinha…safada…chega…de chupar vadia…senta na minha pica…quero sentir esta buceta…gostosa…vem senta…gostoso…vem cavalgar no teu macho…vadia…safada…tarada!

Ele deitado de costas na cama…com aquela pica enorme apontando para o teto…era fantástico… eu ali na janela…esfregava meu grelinho com os dedos…toda ensopada…mamãe segurando o pauzão do titio…encaixou aquilo na xaninha e desceu o corpo de uma vez…engolindo aquela vara gigante…em segundos ela cavalgava como uma louca…mamãe era mais putinha que minha tia…ela fazia aquela vara descomunal desaparecer por completo dentro da xaninha dela…e dizia:

-isso…que pau…gostoso…que delicia…assim…adoro esta pica….quero gozar…gostoso…faz dias que queria dar pra vc…meu cunhado safado…mas a puta da minha irmã…não dava uma folga…ah que delicia….que pica deliciosa…come minha buceta…mete tudo! Quero meter gostoso!

Ele também gemia…sentindo mamãe rebolar como uma vadia em cima dele e dizia:

-isso vagabunda…rebola no pau do teu macho…vadia safada….mostra que vc adora…minha vara

…vadia gostosa….rebola…puta…safada…dá gostoso…safada vadia!

Mamãe então deu um gemido forte e começou a tremer igual vara verde…gemendo e dizendo:

-ahh…que delicia….to gozando…seu cachorro…sua cadela tá gozando na tua pica…safado!

Titio então logo depois dela gozar fez com ela saísse de cima dele e disse todo sensual:

-Gozou gostoso né vadia…gozou com teu macho…agora…faz eu gozar bem gostoso…chupa minha pica…quero encher tua boca de porra….vem tomar leitinho quente…vem…vadia…chupa …até eu gozar…chupa…safada…

Mamãe fez o que ele mandou e mamou naquela vara com vontade…e logo titio deu um urro e gozou dentro da boca dela…era muita porra…que escapava pelos cantos da boca…mas ela tentava engolir tudo que podia…dei um gemido abafado…e tive um orgasmo silencioso junto. Sai dali depressa…fiquei com medo de ter feito barulho e talvez percebessem minha presença ali.

Entrei em casa e fui tomar um banho para dar uma relaxada…afinal tudo que estava acontecendo …era muito louco…nunca poderia imaginar que aquela mulher extremamente séria e responsável como mamãe…era um tremenda de uma putinha bem safada…pois botava chifres na própria irmã sem dó. Rss.

Só que também tive certeza que meu tio Murilo era um tremendo de um tarado pois além de meter na minha mãe e na minha tia, certamente do jeito que ele era sem juízo, logo acabaria tirando meu cabacinho…e se minha priminha Clarinha desse mole, também iria levar pica.

Mas, logo todas estas duvidas que rondavam minha mente se dissiparam e senti que isso não iria ter importância no que eu queria…e o que eu queria era “brincar” com meu titio pauzudo…o mais rápido possível…minha xoxotinha a todo o momento dava sinais de querer isso.

Minha mãe voltou pra casa e foi deitar…sem conversar comigo…logo depois minha prima voltou da festinha e até pensei em contar o que tinha visto mas achei melhor deixar pro outro dia.

No outro dia à tarde percebi que titio estava sozinho em casa…e decidi ir até lá…e depois de vestir uma saia curtinha de malha “sem calcinha” e uma blusinha, fui pra lá, toda tesuda.

Quando abri a porta vi meu titio safado só de short…sem camisa…com uma latinha de cerveja na mão…e a me ver abriu um sorriso todo safado dizendo:

-Ritinha…que legal…vc aqui…eu estava morrendo de saudades…da minha sobrinha mais linda e mais deliciosa que existe…tua tia não deu folga…estes dias…mas adorei o jeito que vc está vestida…que sainha mais linda…te deixou super gostosinha…dá uma voltinha me deixa ver…

O safado sabia elogiar…e toda safada dei uma rodada no corpo…a saia deu uma levantada e com certeza ele percebeu que eu não usava calcinha e então se sentou no sofá e disse:

-que coisa mais linda…Ritinha…vem aqui deixa eu ver uma coisa…vem aqui…pertinho…do tio.

Quando cheguei em frente dele…ele devagarzinho me pegou pelos quadris e me virou deixando de costas para ele…ele sabia o que eu tinha ido fazer lá e disse todo safado:

-Ritinha…vc é muito linda…e muito safadinha também…quero ver…se vc veio preparada pra brincar…bem gostoso…com o titio…fica quietinha…titio vai brincar…bem gostoso…com a sobrinha safadinha…

Devagar…foi deslizando as mãos pelas minhas coxas…e logo senti os dedos dele…deslizando entre os lábios da minha xoxotinha…meu grelinho era dedilhado com maestria…eu gemia baixinho…logo ele tirou minha saia e minha blusinha…quando ele me pegou no colo e me levou pro quarto vi que também já estava nu…com aquela vara enorme e dura como aço…tive certeza que iria perder o cabacinho…e eu queria muito.

Ele me deitou na cama…e como tinha feito com mamãe…começou a lamber minha xoxotinha sem parar…aquela língua quente mergulhava profundamente entre os lábios da minha xoxotinha…dava pra senti-la tocando meu hímen…meu grelinho era sugado deliciosamente…eu me contorcia por inteira…gemia como a putinha da minha mãe e da minha tia…titio me levava ao delírio…tudo era maravilhoso…e logo tive um orgasmo incrivelmente delicioso…meu corpo estava tomado pelo prazer…Logo ele se recostou na cabeceira da cama e me sentou de frente no colo dele e pela primeira vez senti a língua de um homem dentro da minha boca…ele sugava minha língua e eu a dele…era inebriante…o pau enorme e grosso dele deslizava na minha xoxota completamente molhada…ele brincava com a cabeça daquela pica…na portinha da minha xoxotinha virgem e então ele disse todo tarado e sensual:

-Ritinha…titio vai fazer o que vc quer…sua putinha gostosa…vou meter minha pica na tua xaninha gostosa…vc quer…dar pro titio…fala…sua putinha deliciosa…quer dar pra mim…diz!

Sem pensar em mais nada eu disse toda entregue.

-Quero…muito…titio…quero que vc seja…meu primeiro homem…me come…enfia este pintão dentro da minha xoxotinha…me faça mulher…enfia…tudo…em mim…

Ele me encaixou naquela pica enorme e até ajudei soltando meu corpo…quando a cabeça rompeu meu cabacinho dei um grito…mas ele foi me puxando firme até que senti minha xoxotinha encostada em seu púbis…me senti totalmente preenchida…até doeu um pouco…mas logo eu comecei a me mexer…espetada naquela vara magnífica e ele todo sensual me incentivava:

-isso…assim…minha putinha gostosa…assim….rebola na pica do teu macho…era isso que queria

…mexe sua putinha safada….vadiazinha….dá gostoso pro titio…rebola putinha safada…

Eu cavalgava como uma louca na vara do titio…e logo meu corpo tremeu todo e comecei a gozar me convulsionando por completo…não comandava mais meu corpo…eu era comandada pelo tesão. O prazer era fantástico…e aumentou ainda mais…quando senti titio gritar e começar a despejar dentro da minha xoxota porra fervente e abundante…ele urrava de prazer…me senti poderosa…os gritos de titio gozando comigo eram bem mais altos que quando ele gozou com titia e com mamãe…Ainda bem que tinha uma toalha grossa em baixo de nós…saiu bastante sangue do meu cabacinho…mas o safado nem parecia se preocupar muito com isso…me levou ao banheiro e me deu um banho demorado e super carinhoso, mas me fez eu chupar aquele pauzão e como fez com mamãe…gozou na minha boca e me fez tomar todo aquele leitinho quente…adorei.Rss.

Fui embora para casa satisfeita e realizada porém com a xoxota toda inchada e ardendo. Tudo tinha acontecido muito melhor do que havia imaginado. Ter um macho dentro do teu corpo era tudo de bom…alias percebi que todas as mulheres de nossa pequena família gostavam muito…só tinha um problema…gostavam do mesmo macho e isso poderia dar problemas um dia.

Agora só estava faltando minha priminha pro titio meter a vara…mas isso com certeza iria acabar acontecendo, pois, quando contei pra ela que titio tinha tirado meu cabacinho a curiosidade da safada foi aguçada e logo já estava pedindo pra ir visitar o titio junto comigo…ela dizia que não iria fazer nada…só queria ver como era.. De safadeza transei com titio na sala com ela assistindo tudo bem de pertinho, só pra deixá-la com tesão…a safada ficou toda vermelha e pensei que ia ter um “treco”, mas se agüentou. Porém na segunda vez em que fomos novamente juntas visitar safado do titio sugeri que ela fosse de mini-saia e sem calcinha…era mais gostoso…a safada aceitou a sugestão rapidinho. Logo que chegamos titio já foi me pegando e metendo gostoso em mim…aquela pica enorme e grossa estava sempre em riste…parecia que nunca abaixava. Depois de um tempo transando ali no sofá…minha priminha se sentara na poltrona ali do lado…e suas mãos ficavam a todo instante apertando os seios se bolinando…e então eu sussurrei no ouvido do titio que eu ia ao banheiro e que ele devia atacar a priminha…tinha certeza que ela já tava prontinha pra levar vara…e quando sai disse toda safada:

-titio…vou no banheiro…aproveita e brinca um pouco com a Clarinha…acho que ela tá querendo muito…veio até sem calcinha hj…

Sai…e titio logo veio pra cima dela…ele tentou timidamente parecer que não queria…mas não demorou nem 3 minutos para que o titio estivesse lambendo a bucetinha da safadinha…da porta do banheiro assisti a tudo…me dava um tesão louco…Clarinha logo já mamava como uma bebezinha gulosa na pica grossa do tio…os gemidos se sucediam…em questão de poucos minutos vi minha priminha ser colocada de 4 toda arreganhada no sofá…e titio sem dó…enfiou aquela vara gigante na bucetinha da minha priminha…Ela deu um berro…mas ele nem se importou e cravou tudo dentro dela…logo ele enfiava e tirava de dentro dela…que depois de um pouco de choro…rebolou como toda puta deve fazer…foi uma loucura…logo eu estava do lado dela e levava vara na minha xoxotinha toda sedenta…meu titio tarado pauzudo…comeu eu e minha priminha, ex-virgem, mais de hora…levamos uma surra de pica grossa…sem dó…gozei deliciosamente.

Quando voltamos pra nossa casa achei que minha priminha ia ficar reclamando do acontecido, mas foi ao contrário…tinha adorado…e já tava pensando em quando iríamos voltar lá…

Titio era insaciável…bastava à gente aparecer lá pra meter a pica grossa tanto em mim quanto na Clarinha e de vez em quando mamãe também ia lá…sem contar a Titia…a oficial. Rss…

clubedoprazer1@hotmail.com…….rev. 15/08/2013 ################ TETE ####

Leave a Reply